movimento ordem vigília contra corrupcao

domingo, agosto 26, 2007

A LAVAGEM CEREBRAL GRAMSCIANA FEITA POR RENATO RUSSO

Por Stephen krugman





A música "Eduardo e Mônica" é uma inversão de valores porque faz apologia definitiva aos Esquerdinhas chiques. A música retrata a conversão de Eduardo - um típico filho da antiga classe média conservadora, honesta e trabalhadora - por Mônica, com seu Esquerdismo chique, hippie e metido a intelectual.

Não foi à toa que a primeira tática do socialismo era criar uma "vanguarda revolucionária" que tomaria o poder e depois tentaria convencer os proletários de que eles é que tinham dado o golpe.

A segunda tática veio com Gramsci, que propôs que a vanguarda seria de intelectuais, os atuais Esquerdinhas chiques, que tomariam pouco a pouco o aparelho Estatal e converteria o povo ao Socialismo por propaganda subliminar, pois o povo seria "burro" demais para ser convencido pelo diálogo franco e direto.

Na época em que essa música fez sucesso, milhares de jovens mentecaptos repetiram esses versinhos durante uma década inteira sem se tocar da lavagem cerebral a que estavam sendo submetidos.

É essa a estratégia Gramsciana de incutir o Esquerdismo subliminarmente, a partir dos pontos mais inesperados como a letra de uma música jovem. Essa estratégia tem sido espetacularmente bem sucedida no Brasil. Com "artistas" como esses fazendo a cabeça de jovens despreparados e indefesos contra a doutrinação, não é à toa que o PT e um bocado de esquerdistas agora estão no poder.

Você continua lendo a análise de Stephen aqui

Por Gaúcho/Gabriela (MOVCC)

5 Comments:

  • Gabriele e Gaúcho!

    Quem entende esta "M" de música?
    Não endo nada que este defunto canta.

    By Anonymous Eu vaio Lula, at 3:46 PM  

  • Filho de peixe peixinho é! O pai de gramsci foi um condenado a prisão por peculato e extorsão. O Mephisto da desinformação nasceu com sangue ruim e todos que o seguem têm a mesma aptidão para o crime da MENTIRA

    By Anonymous Teles, at 5:55 PM  

  • Hipnotizaram grande parte do povo e conseguiram impor a completa inversão dos valores. Graças aos intelectuais orgânicos como Renato Russo o PT chegou ao poder. Menos mal que esse já era, muito embora sua obra ainda faça estrago.

    By Anonymous Carlos, at 9:06 PM  

  • Renato Russo foi um infantilóide. Duas de suas músicas que não fizeram tanto sucesso e não estão entre as preferidas dos fanáticos, “Teorema” e “Baader-Meinhof blues” (a gente não sabe se é uma denúncia ou uma apologia ao terrorismo. Agora “Faroeste caboclo” é de doer. Reafirma o mito do bom ladrão e compara o protagonista com Jesus Cristo (“aprendiz de carpinteiro”). Renato Russo e suas belas composições para fazer as pessoas intelectualmente limitadas pensarem que são inteligentes.

    By Anonymous Paulo Henrique, at 10:53 AM  

  • Com Certeza,meu chapa,vim parar nesse blog porque sempre odiei a praga do Renato Russo,porque ele não passava de um terrorista psicológico que a guisa de Schoppenhauer e gramsci,figuras fascisto-nilistas,cujo o"pensamento"é uma das maiores imundices geradas até hoje pela humanidade,vomitou isso em forma de música induzindo a juventude brasileira ao suicidio e a serem marionetes burras do congresso(que não vejo a hora de ser fechado)e além disso não passava de um filinho de papai de classe média que leu o "manual do anarco-terrorista"pra usar como base a sua "meta"de desestabilizar a sociedade,adoraria que ele estivesse nos anos 70 e fosse tachado de subversivo,levar um pau e dividir cela com geraldo vandré,outra merda"emo"do periodo.Se existe algum meio de combater gente como ele é transformar esse pais em um grande"teatro de operações".Se os militares desistiram,que novas organizações surjam pra proteger a sociedade brasileira de terroristas como ele e outros que estão em brasilia.

    By Anonymous Spetzkrieg, at 1:51 PM  

Postar um comentário

<< Home