movimento ordem vigília contra corrupcao

domingo, julho 15, 2007

“JÁ RECEBI MUITA VAIA, MAS IGUAL A ESTA PELO AMOR DE DEUS” (...)

César Maia e os bastidores da vaia a Lula
Lula conseguiu aquilo que sempre diz: "Nunca antes neste país um presidente da República recebeu uma vaia tão grande num estádio tão grande". Foi o que disse à "rádio do Moreno" o prefeito do Rio, César Maia, que assistiu a solenidades de abertura do Pan na companhia do presidente Lula.

Em relato exclusivo à Rádio do Moreno, o prefeito do Rio contou tudo, tintim por tintim, o que aconteceu nos bastidores da tribuna de honra do Maracanã. César Maia, inclusive, viu até um pouco mais do que aconteceu: sentiu na nuca o sopro das risadas dos governadores José Serra e Roberto Arruda.

Tão detalhado é o relato do prefeito que ele até conta como estavam as mãos do presidente quando deixou o Maracanã: frias e molhadas, como se as tivesse retirado de uma lata de banha.
Ouça aqui o relato de César Maia. – Obs.: Para você poder ouvir o programa será necessário se cadastrar no site da Globo.

LULA CLASSIFICA VAIAS COMO “INJUSTIÇA”, DIZ JORNAL
O Lula da Silva se abalou com as vaias recebidas na Cerimônia de Abertura dos Jogos Pan-Americanos e cogita
não mais voltar ao evento, com encerramento previsto para o dia 29 de julho. De acordo com matéria veiculada na edição de O Globo deste domingo, o Lula disse a interlocutores, na volta para Brasília, que ele não merecia a vaia. "Foi uma injustiça", classificou o Lula.

NOVA MODA
Pintou esta tarde no calçadão de Copacabana o primeiro carioca de sandálias, bermuda e camiseta branca onde ele mesmo pintou nas costas: "Pan - Rio - 2007". E na frente: "Eu vaiei Lula".

“ESTOY FUERA”
O ditador da Venezuela Hugo Chávez, que prometeu vir, não apareceu na abertura do Pan no Rio. É que ele não gosta de revezamento.

UM RISCO NO TEFLON – Por Clovis Rossi - FSP
Diz a lenda que Luiz Inácio Lula da Silva é o teflon da política: nada gruda nele, nem escândalos, nem as bobagens que de vez em quando diz, nem inação administrativa, nada.

A seqüência de vaias na abertura do Pan mostra que a realidade é algo mais complexa do que diz a lenda. Tudo bem que o Rio de Janeiro sempre foi irreverente, sempre teve uma quedinha forte pelo oposicionismo, mas deixar um presidente da República pendurado no microfone sem a escada é um baita constrangimento, ainda mais quando mostrado ao vivo no horário nobre.

A realidade mais complexa que a lenda começa, aliás, com uma leitura menos ufanista (para o presidente) do resultado eleitoral. No primeiro turno, Lula teve 46,6 milhões em 125,9 milhões possíveis. Dá, portanto, 37%, índice ruim para uma hipotética Olimpíada de popularidade de governantes.

Significa que dois terços dos eleitores ou queriam outro presidente ou não tinham por Lula (ou por qualquer candidato) entusiasmo suficiente para movê-los a sair de casa para votar. No segundo turno, Lula subiu para 58,2 milhões de votos, ainda assim abaixo da maioria absoluta (ficou com 46,2%). Elegeu-se porque a regra - absolutamente legítima, aliás - leva em conta apenas os votos válidos.

É claro que a vaia não torna Lula impopular. Nem o constrangimento levá-lo-á a cortar os pulsos. Seus áulicos na mídia e na academia até poderão criar mais uma teoria conspiratória debilóide e inventar que a elite comprou todos os ingressos da festa do Pan só para vaiar Lula. Pode até ser, mas aposto que em festa da Febraban ele jamais será vaiado. Idiotices conspiratórias à parte vale o fato de que a realidade é mais complicada do que sugerem a autolouvação e o culto à personalidade que se faz com Lula.

LANCES DE CUBA
Uma triste piada que se conta em Cuba
“Cite três sucessos da revolução, diz uma velha piada cubana. A resposta é óbvia: educação, saúde, esporte. E os três maiores fracassos? Alguns segundos de silêncio e o próprio narrador responde: "O café da manhã, o almoço e o jantar".

CUBA JÁ REGISTRA UM DESERTOR NOS JOGOS
A delegação cubana no Pan do Rio já contabiliza o seu
primeiro desertor. O defensor Rafael Capote, 19, da seleção masculina de handebol, deixou "há dias" a Vila Pan-Americana. O atleta foi listado como indisponível para a partida de ontem à noite entre sua equipe e o Canadá, no Riocentro. Desde 91, ao menos 80 atletas abandonaram o país caribenho. Em Pans, o recorde foi registrado em Winnipeg-99, com 13 --na época, o jornal "The Winnipeg Sun" chegou a fazer um bolão e prometeu premiar o leitor que acertasse quantos cubanos iriam desertar. Folha de S.Paulo, no Rio

LAMBANÇAS DA REPUBLIQUETA DO PAN
RENAN E O MEDO DA VAIA

No jantar de desagravo e apoio ao Renan, ele anunciou que aproveitaria o recesso parlamentar para visitar seu reduto eleitoral, mas foi desaconselhado. Seria difícil encarar os passageiros do avião e os protestos que estavam sendo organizados em Maceió. Renan Calheiros desistiu. Revista Veja.

IRMÃO DE RENAN PODE TER LUCRADO R$ 12,7 MILHÕES COM NEGÓCIO
O deputado Olavo Calheiros (PMDB-AL) pode ter
lucrado R$ 12,7 milhões ao vender a empresa Conny Indústria e Comércio de Sucos e Refrigerantes à Schincariol, se considerado o valor de sua participação na companhia declarado por ele à Justiça Eleitoral, informa neste domingo reportagem da Folha (íntegra disponível só para assinantes do jornal ou do UOL).

AGENDA DE ZULEIDO COMPLICA RONDEAU
Não há fotografias, imagens de vídeo ou extratos de depósito bancários documentando a entrega dos R$ 100 mil da Construtora Gautama ao ex-ministro das Minas e Energia, Silas Rondeau. Mas a Polícia Federal não tem dúvidas que ele não só era o destinatário do dinheiro, como também agiu para beneficiar o grupo do empreiteiro Zuleido Veras - principal alvo da Operação Navalha - na conquista de obras do Programa Luz Para Todos no Piauí.

O relatório tem os diálogos em que ele é citado fartamente e mostra que o dinheiro saiu de uma agência da Caixa Econômica Federal em Salvador no dia 7 de março deste ano e, seis dias depois, foi parar, na ante-sala de seu gabinete, no 8º andar do Ministério, em Brasília. É nos papéis que estão sendo analisados pelo Ministério Público, já periciado pela polícia, que repousa uma das contradições que pode abortar a recondução de Rondeau ao cargo. JB Online – Leia mais
aqui

GIM, O RATO, QUER TOMAR POSSE DURANTE O RECESSO
Para evitar constrangimentos, Gim Argello (PTB-DF), suplente do Joaquim Roriz, quer tomar posse às escondidas. Segundo relato de correligionários, Gim vai tentar assumir o mandato durante o recesso parlamentar, que vai durar duas semanas. Sem o funcionamento do plenário, Gim tomaria posse discretamente, em um gabinete, e evitaria a exposição pública. O GLOBO

O NOVO LOBISTA DO CARIBE
O subterrâneo José Dirceu abriu um negócio em nova praça: a República Dominicana. Está tão enfronhado lá que o presidente do país, Leonel Reyna, cobrou sua presença nas reuniões que teve com empresários brasileiros, há duas semanas.

Dirceu quer transformar a República Dominicana em entreposto para a exportação de etanol brasileiro para os Estados Unidos. Com a anuência de Reyna, selecionará as empresas que participarão do projeto. Quem já opera lá é a Alpina, que ampliou muito – mas muito mesmo – seus contratos com a Petrobras na gestão petista. A Alpina era representada pelo lobista Fernando Moura, amigão de Dirceu que, depois do sucesso da Alpina, virou alpinista social. Vive entre Miami e Paris. Revista Veja - Radar

DINHEIRO À MÃO, REVOLUÇÃO PARA DEPOIS
O MST finge, já há muito tempo, que está empenhado em promover a reforma agrária. Seu objetivo verdadeiro é desmoralizar e subverter o Estado Democrático de Direito para instaurar uma ditadura de feições socialistas nestes nossos tristes trópicos. Um dos tentáculos da sabotagem é a subversão da instrução básica transmitindo às crianças e aos adultos analfabetos versões distorcidas da História do País e do mundo para atender a esses objetivos de subversão da ordem.

Mas mesmo nessa atividade predomina o novo sentido utilitário da esquerda brasileira de instrumentalizar os recursos públicos em benefício de pessoas ou de grupos apadrinhados pelos poderosos de plantão. O MST, que não tem personalidade jurídica e, assim, consegue escapar do braço do aparelho repressor do leniente Estado brasileiro, também faz parte da verdadeira “farra das ONGs” do Programa Brasil Alfabetizado, denunciada por este jornal e alvo de uma devassa antecipada anunciada pelo Ministério da Educação (MEC) no governo Lula. Matéria completa no JT Online
aqui.

COMENTÁRIO:
A cândida rósea inocência de Lula se acha injustiçada! Alguém já viu algum meliante da política achar que merece punição? Eu nunca vi isto! Podemos ter a certeza de que este foi o transe mais amargo na vida do pseudo operário, hoje, deitado em berço esplêndido achando que é Deus. Lula é uma ameaça em vigor no Brasil.

A vaia dos cariocas ecoou como suprema sensatez aos delitos cometidos pela tirania deste desgoverno. E, sobre a imprensa que tenta acobertar aquele momento visto em mais de 140 países, é muita audácia ela afirmar tanta asneira como vem fazendo. Esta é uma das características da improvisação jornalística do atraso. Ninguém é bobo como eles imaginam, por isto a imprensa vem perdendo espaço cada vez mais.

A vaia dirigida ao Lula da Silva foi uma artilharia com o maior alcance possível, extensamente atroadora, no alvo, e mais forte e trépido que uma bateria de canhões.

Nossa imprensa devia respeitar o ato de repúdio ocorrido no Maracanã, protagonizado por uma expressiva parcela da locomotiva do progresso deste país. Lá, estavam os cidadãos que pagam as contas da corrupção deste desgoverno e, portanto, não há o que se questionar diante do direito sagrado de vaiar e apontar o dedo na direção do ladrão. Por Gabriela/Gaúcho - MOVCC

5 Comments:

  • Queria usar o Pan para se auto-promover, mas foi impedido pelas vaias. Que povo ingrato!!rsrsrssrsssrsr

    By Anonymous Luiz, at 2:30 PM  

  • Lula gastou uma fábula no PAN e tinha certeza de que seria ovacionado pelo povo carioca. E não é que deram um tombo no homem? Jogaram-no lá do alto do seu pedestal ególatra direto para o chão. Sua vaidade foi quebrada em mil pedaços e sua insegurança apresentou-se como uma fratura exposta. Aprenda Sr. presidente: ninguém é maior que o povo!

    By Anonymous ADEILSON, at 3:07 PM  

  • A imprensa é lambe botas do Lula. Ao invés dela investigar como que um presidente com mais de 60% de popularidade é vaiado daquele jeito, eles fica tentando esconder o próprio rabo. Um jornalismo responsável imparcial e informativo deveria buscar respostas pro fenômeno isto sim.

    By Anonymous GAÚCHO, at 10:09 PM  

  • Gabriela,


    Que as vaias sejam uma constante; assim como são os aplausos, proporcionados em ambientes fechados e com o publico préviamente selecionado.

    Ninguém aguenta mais.

    E mudando de assunto:

    FELIZ ANIVERSÁRIO

    By Blogger CAntonio, at 9:10 AM  

  • Prezados Gaúcho e Gabriele,

    Boa tarde.

    Esperem para ver o encerramento dos jogos. Ele, o Gnomo do Agreste, não precisará estar presente:

    "BASTA QUE O SEU NOME SEJA CITADO, E O ELO PERDIDO DE GARANHUNS, AÍ, SIM, VAI RECEBER UMA VAI HISTÓRIA E DE VERDADE."

    O carioca, já está agendando isso!!!!!

    Abração,

    By Blogger Bagli&Blog, at 12:22 PM  

Postar um comentário

<< Home