movimento ordem vigília contra corrupcao

quarta-feira, novembro 15, 2006

O PREÇO DA LIBERDADE, É A ETERNA VIGILÂNCIA.

VIGILÂNCIA, SEMPRE



"A história nos ensina que (...), dentre os homens que derrubaram as liberdades das repúblicas, a maior parte começou sua carreira bajulando o povo; começaram demagogos e acabaram tiranos”.
A história, por sua dimensão e importância, é um dos grandes instrumentos de que o Homem dispõe para compreender o momento presente pelas lições que os fatos passados nos prestam.

Quando Jeanne Marie Roland de la Platière, ou simplesmente Madame Roland, ao ser guilhotinada pelos Jacobinos, na Revolução Francesa (1789), exclamou: "Oh! Liberdade, quantos crimes se cometem em teu nome", ela estabeleceu, numa frase, uma grande síntese de fatos históricos repetitivos até então conhecidos pela humanidade e que mostram os desvios e loucuras cometidos por muitos que colocaram em risco a própria vida em defesa da liberdade, mas, quando vitoriosos e no comando do poder esqueceram de preservá-la, negando-a aos cidadãos mais humildes. Por, Senador Almeida Lima - A Tribuna Online
Leia mais


*
MÃE DOS RICOS
O blog de oposição Venezuela Crisis (www.vcrisis.com) mostra a tal elite de que Lula e Chávez tanto se queixam: os “olicargas bolivarianos” pousam seus jatinhos no aeroporto militar de Caracas por “segurança”, passam direto pela alfândega e consumiram US$ 100 milhões em scotch, este ano. Por. C. Humberto


*
EX-MINISTRO DA BOLÍVIA ACUSA PETROBRÁS DE EXPLORAR A BOLÍVIA
Ex-ministro de hidrocarbonetos da Bolívia, Andrés Soliz Rada, pediu aos congressistas bolivianos que sejam mais rigorosos com as transnacionais de petróleo com investimentos no país. Na carta aberta ao Parlamento, a Petrobras foi o principal alvo de suas críticas.
A empresa brasileira é condenada por ele por querer "contabilizar" as reservas de gás - "que continuará explorando na Bolívia" - nas suas ações nas bolsas de valores e pelo "contrabando" de hidrocarbonetos, entre outras irregularidades. Leia mais:
*
COM SALÁRIO E BENEFÍCIOS, SENADOR CUSTA ATÉ R$ 120 MIL POR MÊS

O salário mensal é de R$ 12.720, mas senadores têm direito a verba de até R$ 80 mil por mês para contratar assessores e R$ 15 mil para gastos no escritório do estado, entre outros benefícios.
Além do salário mensal, cada senador pode receber mais três salários extras (13º, 14º e 15º), R$ 2.750 para auxílio moradia ou residência oficial, R$ 15 mil por mês para gastos no escritório do estado e até 80 mil por mês para contratar funcionários comissionados.

Eles também podem gastar uma verba mensal por mês em correios. Também não há limite de gastos para os telefones fixos do gabinete e celulares dos senadores. Leia mais:

*
OS COVEIROS DA CPI - STF PODE DEIXAR MENSALEIROS IMPUNES

Enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) há um ano e três meses, o inquérito que apura o pagamento de mesadas a parlamentares está longe de chegar a uma conclusão. O relator do inquérito, ministro Joaquim Barbosa, afirmou ontem que só em 2007 o tribunal vai decidir se será aberta uma ação criminal contra os 40 suspeitos de participação no esquema do mensalão. 'Para este ano é impossível', disse.
Até agora, o ministro determinou apenas a realização de diligências pedidas pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Entre essas diligências, estão quebras de sigilo e interceptações telefônicas. Os investigados encaminharam defesa prévia ao STF, mas ainda não foram sequer ouvidos. Leia mais:


*
“OPOSIÇÃO DEVERIA REAGIR” - O NOVO BOLÍVAR: GRAMSCI

Para combater politicamente a hegemonia gramscista no País, os partidos de oposição e as entidades não-alinhadas à esquerda devem defender as liberdades individuais e econômicas. Essa foi a tônica principal da reunião plenária de ontem da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que teve como palestrante convidado o escritor e general da reserva Sergio Augusto de Avellar Coutinho.
O escritor fez uma explanação sobre as forças de esquerda no País, a partir de seu livro "A Revolução Gramcista no Ocidente". Um resumo do livro foi publicado em número especial da revista "Digesto Econômico", da ACSP, que foi distribuída aos associados e convidados na reunião. Por Sergio Kapustan - MidiaSemMascara.org Leia mais:


*
SEMANA DE PROTESTO E BOICOTE DA CLASSE MÉDIA

Está circulando uma proposta pela Internet a todos da esquálida classe média, para aderirem ao boicote de protesto contra o descaso que tem sofrido por parte dos nossos governantes.
“Estamos cansados de pagar o "pato"; sempre que o governo quer arrecadar recurso e encher os cofres públicos, nós somos as primeiras vítimas. Nós somos obrigados a cumprir com nossas obrigações, pagando impostos, taxas, etc.

No entanto quando precisamos do retorno por parte do governo, ficamos abandonados. Se quisermos ter direito a saúde temos que pagar, assim também como educação de nossos filhos e outras despesas das quais teríamos direito de gozar gratuitamente. Somos nós, os grandes responsáveis pelo crescimento desse país.

No entanto a classe média vem sendo esquecida pelos governantes. Não há programa, por exemplo, de habitação para classe média; quando queremos adquirir um imóvel temos que suportar as condições oferecidas pelo mercado, mas na hora de cobrar imposto sobre o imóvel ninguém quer saber do tamanho de sua dívida, você tem que pagar em detrimento de qualquer coisa.

Vamos dizer isto ao governo. Vamos lembrar ao Lulla que os salários da classe "desfavorecida", como ele costuma dizer, são pagos direta e indiretamente por nós, pois os ricos investem os seus milhões em paraísos fiscais e aplicam o seu dinheiro em países com economia mais estáveis”.

VAMOS FAZER UMA SEMANA DE PROTESTO! COMO SERÁ?
Nesta semana você que se considera classe média vai evitar, se possível, pegar táxi, ir a restaurante, não irá ao salão de beleza, cinema, teatro, bingos, não fará compras de roupas sapatos, etc.

A SEMANA ESCOLHIDA TERÁ INÍCIO NO DIA 20 E TERMINARÁ NO DIA 26 DE NOVEMBRO DE 2006
*
COMENTÁRIO:
O imprevisto não é impossível. É uma carta que entra sempre em jogo. Os não alinhados com está esquerda VAGABUNDA, USURPADORA E INVEJOSA, podem recorrer a esta premissa, com o apoio de grupos de advogados que tenham a coragem de assumir esta campanha.

Impostos depositados só em juízo. Nada disto é impossível. A única coisa que falta a esta oposição é a CORAGEM E VONTADE de colocar nosso país no rumo.

Não suportamos mais ouvir que Lula ganhou e que temos que aceitar isto de cabeça baixa. Ele não tem moral e nem ética para nos representar. “Quer dizer que nós, da “ ELITE DECENTE”, pagamos a conta e temos que nos contentar com a idéia de que a Democracia é isto? Roubo, indecência, mentira, autoritarismo etc.etc.

Se houver lideranças que assumam seu papel e que respeitem os 40 milhões de eleitores-contribuintes insatisfeitos, nós devolvemos esta escória, esta “elite” INDECENTE, para o seu devido buraco.

Só não vale OMISSÃO, NEGOCIATAS e CONIVÊNCIAS! Não nos ofendam senhores! Por Gabriela/Gaúcho (movimento Ordem e Vigília Contra a Corrupção)

4 Comments:

  • Estou nessa! Nem precisa de muito esforço para boicotar algumas coisas. Nós, da classe média, já não temos mesmo muita saída a não ser ir abrindo mão de tudo.

    By Anonymous LU, at 4:20 PM  

  • Não adianta só falar e escrever!
    A palavra é sua, amigo (a) !

    By Anonymous Gabriela, at 5:29 PM  

  • Aqueles que escrutinam a democracia têm de ser escrutinados pela democracia.

    By Anonymous Vicente, at 5:51 PM  

  • O Brasil anda tolerando o intolerável e isso ameaça nossa democracia. O (des)governo lula significa o maior desencontro com as liberdades (que se tem notícias), além do respeito às leis e às instituições. Os faceiros que se contentam com a cenoura oferecida pelo poder venderam ou estão vendendo sua alma ao diabo. Os que temem o bastão são covardes, porque se inclinam de medo antes mesmo que a ditadura se instale definitivamente. Vergonha, muita vergonha de ser brasileiro.

    By Anonymous Frederico N., at 6:15 PM  

Postar um comentário

<< Home