movimento ordem vigília contra corrupcao

quarta-feira, agosto 30, 2006

FILOSOFIA DAS MÃOS-SUJAS


Perto da aula magna de ética na política que o presidente Lula ministrou segunda-feira em São Paulo a uma classe de dóceis intelectuais selecionados a dedo, as manifestações dos artistas Paulo Betti, Wagner Tiso e do produtor de cinema Luiz Carlos Barreto, na semana passada, apoiando a corrupção no governo do PT porque os fins justificam os meios, parecem balbucios de crianças puras numa escola maternal.

Nunca antes se viu um presidente brasileiro - e nunca antes esse bordão de Lula há de ter sido tão apropriado - ir tão longe em defesa das mãos sujas na vida pública, embora as suas palavras, tomadas pelo valor de face, fossem de resignação diante do que seria uma realidade amarga, porém imutável.

Ele pode não ter se dado conta disso, muito menos desejado, mas sem sombra de dúvida entrou para a história do Brasil como o chefe de Estado que disse para quem quisesse ouvir: “Política a gente faz com o que a gente tem, e não com o que a gente quer. Esse é o jogo real da política que precisou ser feito em quatro anos para que chegássemos a uma situação altamente confortável.” A primeira sentença é uma meia verdade. Faz-se política, de fato, com o que se tem. Nem por isso se precisa necessariamente fazer política cultivando o que há de pior no que se tem. Mas foi esse, e nenhum outro, o ponto de partida do sistema petista de poder para dar a Lula, por meios espúrios, maioria na Câmara. Trecho do Editorial do Estadão

CONSAGRAÇÃO DA MERDA
Pegou e fez escola a sociologia política da merda, exposta inicialmente pelo ator Paulo Betti para justificar a crise ética do governo Lula. Betti disse, curto e bem grosso: "Não dá para fazer [política] sem botar a mão na merda".
Uma semana depois, Lula repete menos grosso, mas rigorosamente com o mesmo sentido: "Política a gente faz com o que a gente tem. Não com o que a gente quer". E, em seguida: “Maioria a gente constrói pelo que a gente tem ao nosso lado”. Não pelo que a gente pensa que tem. “Esse é o jogo real da política que precisou ser feito em quatro anos para que chegássemos a uma situação altamente confortável”.
Compare-se o Lula de hoje com o Lula do seguinte trecho de seu discurso de posse: "O combate à corrupção e a defesa da ética no trato da coisa pública serão objetivos centrais e permanentes do meu governo. É preciso enfrentar com determinação e derrotar a verdadeira cultura da impunidade que prevalece em certos setores da vida brasileira".
Pronto, está demonstrado o estelionato eleitoral praticado em 2002. Vai-se repetir agora, ao que tudo indica, mas já não como estelionato. O eleitor está informado que o presidente botou a mão na merda. Mas não se importa. C. Rossi - FSP

OS SERVO-INTELECTUAIS

Surpreendente o manifesto de 213 intelectuais de apoio a Lula, não fosse o fato de serem reincidentes no apoio indiscriminado ao PT. Trata-se, na verdade, de intelectuais a serviço da “causa” socialista, encobrindo qualquer “erro”, “falta”, “deslize”, “corrupção” ou “crime” em nome da máxima: “os fins justificam os meios”. por Denis Rosenfield, filósofo- Site do Diego Casagrande
NOVO PROGRAMA DE DESGOVERNO: “MAIS DO MESMO”
Faltando apenas um mês para as eleições, Lulla da Silva divulgou nesta terça-feira um programa de governo que valoriza a reforma política e prevê "mais do mesmo" na economia para um segundo mandato, evitando se comprometer com metas numéricas.
Lula prevê em seu programa uma redução da taxa de juros reais "aos níveis praticados pelos países em desenvolvimento". Reuters

INCRÍVEL: LULLA SOBE PORQUE ELEITOR USA CRITÉRIO ECÔNOMICO - CNT

Lula da Silva cresceu nas intenções de voto para a eleição de outubro, segundo a Sensus, sustentado por indicadores econômicos positivos.

"O eleitor tomou como decisão julgar essas eleições pelo critério econômico. Os ganhos macroeconômicos, como geração de emprego, queda da inflação, aumento do salário mínimo e o programa Bolsa Família, superam os problemas éticos gerados", avaliou Ricardo Guedes, responsável pela pesquisa. Por Natuza Nery - Reuters


ATÉ O FINANCIAL TIMES DESTACOU A FALTA DE METAS NO PROGRAMA DE
LULLA

Jornal Financial Times afirma que o programa de governo para um eventual segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, "com exceção das promessas de elevar o investimento na economia de 21% para mais de 25% e de aumentar o salário mínimo mais do que a taxa inflacionária, não ofereceu metas e propostas concretas".

Segundo o jornal, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, ao relatar a jornalistas detalhes do programa, nesta terça-feira, 29, disse que um segundo governo Lula pretende "continuar com o processo de mudanças" adotadas desde janeiro de 2003. Por João Caminoto – Reuters

“VIAGENS COM O PRESIDENTE- BUFÃO" - DEPOIS DA TERCEIRA DOSE

Livro mostra presidente xingando Kirchner, após beber três doses de uísque
O "Lulinha paz e amor", essa hábil construção do marketing político, desaparece entre a terceira e a quarta dose de uísque e se transforma em uma catarata de palavrões e ofensas a presidentes e países supostamente aliados.
É o que contam Eduardo Scolese e Leonencio Nossa, que cobrem o Palácio do Planalto para, respectivamente, a Folha e "O Estado de S. Paulo", no livro "Viagens com o Presidente - Dois Repórteres no Encalço de Lula do Planalto ao Exterior".
  • "Tem horas, meus caros, que eu tenho vontade de mandar o Kirchner para a puta que o pariu".
  • "Aquele lá [referindo-se a Jorge Battle, então presidente do Uruguai] não é uruguaio porra nenhuma. Aquele lá foi criado nos Estados Unidos. É filhote dos americanos."
  • "O Chile é uma merda. O Chile é uma piada. Eles fazem os acordos lá deles com os americanos. Querem mais é que a gente se foda por aqui. Eles estão cagando para nós."
  • Sobrou também para os fazendeiros: "Tem que acabar com essa porra de fazendeiros que toda hora vem pedir dinheiro ao governo". C. Rossi - FSP


COMENTÁRIOS:
Falar que o eleitor está escolhendo o apedeuta pelo critério econômico é demais! O ignóbil está gastando o que não tem, estamos com uma dívida interna fenomenal, está provocando desemprego em massa, não tem proposta de governo e vai aumentar muito, mas muito mesmo os impostos.
Só podemos concluir duas coisas: ou, os eleitores emburreceram demais da conta, ou esses Institutos de Pesquisa são todos de propriedade do PT.
Outra coisa: Um vagabundo e bêbado, deste naipe, não tem nível nem prá ser gerente nem de próstibulo de quinta categoria! Que vergonha! Por Gaucho/Gabriela (Movimento da Ordem e Vigília Contra a Corrupção)

5 Comments:

  • Amigos, agora que se julga eleito, Lula deixa cair mais algumas máscaras: a do ético (?) e a do governo preocupado com o país.
    Demosntrou nos encontro com os artistas e intelectuais que o que vale é vencer a qualquer custo e permancer no poder a qualquer preço. Coisa que já sabíamos, mas ele insistia em negar.
    A falta de projeto político estava escondida em seu discurso vazio e mentiroso no horário leitoral gratuito; agora, seu o plano de governo apresentado demonstra que ele é apenas o vazio, um nada, um insignificante boneco nas mãos nojentas dos esquerdistas latino-americanos. O país que se dane e quem discordar deles (vide o que disse sobre o Chile) também.
    Vamos continuar lutando até o último voto.

    Beijos

    By Anonymous Saramar, at 11:32 AM  

  • Não é possível, que tenhamos uma povo tão BURRO e Bandido assim. Eleger estes homens, é compactuar com os crimes cometidos por eles.

    By Anonymous Gabriela, at 3:32 PM  

  • Mas quanta bestialidade! Nem pedreiro tem o nível baixo e rasteiro do Lula. Esse povo enlouqueceu não é possível! Só a burrice, não explica o fenômeno: de votar nesse ordinário sem vergonha!

    By Anonymous Sueli Costa, at 3:35 PM  

  • Dizem que o Lula irá vencer no primeiro turno com 51% dos votos. Será realmente verdade? Onde estão as carreatas, bandeiras e adesivos? Estão todos com vergonha de aparecer? Medo de levar cusparada na cara? Vamos aguardar as urnas. Aquele candidato esquerdista do México, vitorioso nas pesquisas, esta reclamando até agora. Não se trata de votar em A ou B, mas sim de tirar do poder, um governo corrupto que pisoteou nas nossas instituições. Já se tornou uma questão de dignidade arrancá-lo de lá!

    By Anonymous Márcio, at 6:52 PM  

  • Mula garantiu ontem, no lançamento do programa de governo, que “não tem lixo debaixo do tapete”. Até os ácaros enrubesceram...

    By Anonymous JOSÉ MARIA, at 6:54 PM  

Postar um comentário

<< Home