movimento ordem vigília contra corrupcao

segunda-feira, novembro 20, 2006

MACUNAÍMA 2º


Lula foi reeleito demonizando o conservadorismo liberal e privatista do adversário tucano. Vendeu o crescimento que não entregou no primeiro mandato como bandeira do segundo. O jogo nem começou e já está claro que o presidente mais uma vez blefava.

Ninguém no governo sabe como fazer para crescer 5% ao ano. E o que nos chega agora dos corredores do poder são discussões preocupadas sobre a necessidade de cortar gastos, estancar o déficit da Previdência, ampliar a fatia das receitas da União que não precisa ser destinadas à saúde e à educação etc.

Está configurado o cenário para mais um estelionato. Em 2003, Lula e o PT também não tinham idéia do que fazer com o país. O conservadorismo econômico refletiu menos uma estratégia convicta de governo do que um esforço de autopreservação no poder. E foi o crescimento pífio decorrente dessa política levada com a barriga que, ironicamente, acabou amplificando os efeitos distributivos do aumento do salário mínimo e do bolsa-esmolão.

O abismo entre o que o candidato promete e o eleito realiza não é uma invenção deste governo. Quase sempre a política funciona assim. No caso de Lula, porém, esse descompasso revela uma questão de fundo: o presidente é um Macunaíma - ou Zelig, o homem-camaleão, conforme a boa definição do jornalista Merval Pereira em coluna no jornal "O Globo" desta semana.

Esperto e instintivo, Lula dá a impressão de sempre estar a serviço de si mesmo. Personalidade errática e sem convicções, é capaz de se adaptar com desenvoltura ímpar a qualquer situação e de agradar às mais diferentes platéias. Ele não arbitra conflitos - os dissolve, sem resolvê-los, na cordialidade brasileira, entendida, conforme quis Sérgio Buarque, como tradução do personalismo e das relações de favor.

Lula, "o presidente de todos", é hoje menos o portador da esperança e muito mais o fiador político do equilíbrio instável sobre o qual repousam as iniqüidades do país. Por Fernando de Barros E Silva – FSP

*

NA TERRA DO NUNCA

No país que teima em não crescer, impressiona a velocidade com que se desenvolvem meios para explorar cidadãos de boa-fé e a miséria alheia. Nos chamados grotões do Nordeste, uma novidade está mudando radical e perigosamente o comportamento dos filhos de trabalhadores rurais e de desempregados: a proliferação de lan houses sem qualquer tipo de fiscalização.

Nessas casas de jogos eletrônicos e acesso à internet, dá-se uma espécie de inclusão digital às avessas e sem orientação. Em troca de moedas, deixam que crianças e adolescentes viajem através das armadilhas do mundo virtual. Um clique e a miséria ao redor se transforma em brilho e sedução. O resultado dá para imaginar: muita pornografia e casos de meninos e meninas viciados em internet - presas fáceis para pedófilos on line.

O problema foi objeto de uma série de reportagens do "Diário de Pernambuco" antes das eleições. Uma realidade estarrecedora que deveria ser amplamente debatida em todo o país. No interior de Pernambuco, um menino de 12 anos trabalha vendendo coentro de porta em porta para ganhar R$ 2 - são dois reais - por mês, gastos integralmente numa hora e meia de lan house.

A mãe pensa que ele desperdiça a "fortuna" comendo porcaria na rua e reclama da falta de mais um dinheirinho para pôr comida em casa. Ele trabalha, há quem roube ou vá além, relata o jornal.

Ribeirão (a 85 km de Recife) tem cerca de 40 mil habitantes, 12 mil dos quais na zona rural. Pois a cidadezinha já conta com 25 lan houses e o conselho tutelar local começou a registrar casos de adolescentes de ambos os sexos que se prostituem por até R$ 1 para se conectar.

No país que se recusa a crescer, o lado perverso da tecnologia chegou bem antes de uma educação decente e inclusiva. É a miséria.com.br. Por Sergio Costa - FSP

*

COM A OPOSIÇÃO, NÃO HAVERÁ PAPO!

O futuro presidente nacional do PFL, deputado Rodrigo Maia (RJ), prega aviso: não tem papo, o partido fará oposição implacável ao governo Lula.

E já avisou que integrantes do partido podem até conversar com o presidente Lula da Silva. Ponderou, porém, que os pefelistas só aceitam abrir diálogo sobre a agenda de votações se souberem quais são as propostas do governo.

'Ele ganhou a eleição. Cabe ao presidente dizer sobre o que quer conversar. Do contrário, fica sendo só uma foto com a oposição e nisso o PFL não tem interesse', diz Maia. Estadão

*

“DESTRAVAMENTO” DO PAÍS

Lula da Silva pretende constituir um conselho de ex-presidentes da República, do qual faria parte inclusive o senador eleito Fernando Collor de Mello (PRTB-AL), seu adversário na eleição de 1989 e que sofreu impeachment em 1992.

"Além de ex-presidente, ele foi legitimado por Alagoas e absolvido pela Justiça", justificou Lula a um grupo de congressistas que o acompanhou na viagem de Campo Grande (MS) a Brasília, onde todos foram para o enterro do senador Ramez Tebet (PMDB), morto no sábado.

Lula disse que vai apresentar "um leque de opções" para o "destravamento do país", expressão a que recorreu por mais de uma vez, segundo os parlamentares que o acompanhava, entre os quais o líder do no Senado, Arthur Virgílio. Por Raymundo Costa – Valor Econômico – Leia mais

*

TUCANO: LULA FARIA CORAR PUTAS DE AMSTERDÃ

Após ouvir o relato de um correligionário sobre a conversa entre o presidente Lula e o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), a bordo do avião presidencial, entre Campo Grande (MS) e Brasilia, um deputado tucano concluiu: "O diálogo foi de corar as putas das ruas de Amsterdã".

Lula teria convidado o líder do PSDB no Senado a fazer parte de um governo de "união nacional". Sem meias palavras, o presidente teria perguntado, na bucha, o que os tucanos queriam para fazer parte desse governo de coalizão. Por C. Humberto

*

DE TUCANOS A PATOS

Há coisas que o PSDB corre o risco de morrer sem saber fazer. Oposição por exemplo. A disposição de membros do partido para se grudar à tal governabilidade é espantosa. E não é peemedebismo, não. Sua "colaboração" costuma ser "ética", "gratuita".

Lula satanizou o governo FHC e as privatizações para ganhar a eleição. Agora, precisa da oposição para governar. Bem bacana isso. Vejam vocês... O governo tem, em tese ao menos, como já foi noticiado à farta, a maior base de sustentação das últimas duas décadas.

Mais: depois do que vimos e ouvimos no horário eleitoral, Lula só não é mais eficiente do que o emplastro anti-hipocondríaco de Brás Cubas, aquele de Machado de Assis. Promete curar até a nossa “melancólica humanidade”.

Precisa do PSDB para quê? Acho que está querendo administrar algum “remédio amargo” e está chamando os tucanos para torturar a criança enquanto a substância lhe é ministrada. E os tucanos tendem a ir. Deveriam escolher como símbolo um pato. Por Reinaldo Azevedo

*

ARMA, BEBIDA E TABACO ELEGEM 65 DEPUTADOS

Empresas de bebidas, de armas e munições e de tabaco ajudaram a eleger, com doações financeiras que realizaram nas últimas eleições, 65 deputados federais (12% do Congresso Nacional) dos principais partidos e 30 deputados estaduais. Leia mais


*

BRASIL SELVAGEM NA INTERNET

Site que divulga filme sobre americanos de férias no País relata mortes e até tráfico de órgãos.

A Embratur vai adotar ações para diminuir o impacto negativo de ‘Turistas’, filme que conta a história de jovens americanos de férias no Brasil. Em passeios, os mochileiros são vítimas de assassinato, roubos e até de caipirinha envenenada.

Para promover o longa-metragem — que chega às telas dos Estados Unidos dia 1º de dezembro — a empresa cinematográfica Fox Atomic criou um guia virtual falso, o site www.paradisebrazil.com, com informações e vídeos bizarros sobre o país, relatos de mortes de estrangeiros e tráfico de órgãos.

O PCC é citado. Uma das fotos chocantes é do suposto tráfico de órgãos. Leia mais

*

Por Gaúcho/Gabriela (Movimento Ordem e Vigília Contra a Corrupção)

7 Comments:

  • Lula nunca teve nada que preste a oferecer para este país, além e lorotas e mentiras. Ele fez muito maul ao Brasil nos últimos 4 anos e fará muito mal ainda, nos próximos anos. Querer achar que lula diminuiu a fome ou coisa parecida é piada. Assim como não diminuiu nenhuma desigualdade. Ao contrário. A única coisa que lula tem para nos oferecer é um projeto e poder para muitos anos.

    By Anonymous Edmilson, at 4:36 PM  

  • Carona no aerolula? Conversinha com o presidente?
    ESCUTA...este Arthur Virgílio é aquele lá da tribuna do senado que fica vermelho feito um pimentão, de raiva, quando fala no governo?
    Não pode ser! devem ter clonado o homem!

    By Anonymous Embasbacado da Silva, at 4:40 PM  

  • Destravamento?? Ta na cara que isso é joguete político popular. Lulla quer apoio para homologar as besteiras que faz e poder ter mais uma forma de se justificar e colocar a culpa nos outros. É o jeitão não assumir nada!! Porque Lula não chama o mestre Yoda de uma vez?

    By Anonymous CACÁ/SP, at 5:16 PM  

  • lan houses no Nordeste sem qualquer tipo de fiscalização?...querem valer quanto que deve ser tudo de políticos da região?

    By Anonymous LU, at 6:17 PM  

  • Conselho de ex-presidentes?Ele não disse que tinha “experiência”? Agora pede conselho? Collor também é ex-presidente, mas esse já está no papo, né Lulla? Arthur Virgílio e Pedro Simon, vocês estão acreditando nesse engodo? Espero que a oposição não caia nessa armadilha.

    By Anonymous Cid, at 7:44 PM  

  • O que esperar para um país literalmente atolado em denúncias de corrupção? de um povo carente de noções de cidadania, civismo e apreço ao meio ambiente? um país sem política de proteção às crianças, que são oferecidas como souvenirs sexual nos pacotes turísticos? sem segurança, onde turistas são roubados, espancados e muitas vezes mortos? ou ainda são enganados na hora de comprar uma simples cerveja? Um país onde o crime organizado dá as cartas e dita as ordens? onde existe sim o tráfico de órgãos, fartamente noticiado? Enfim, o que esperar de um país que exporta demais caipirinha, mulatas, favela e futebol?
    CORRA EMBRATUR! Tenta convencer os estrangeiros que 2 e 2 são 5!

    By Anonymous Fabio L., at 8:22 PM  

  • Poxa! Importantíssimo (esquecí)

    O que esperar de um país sem controle de tráfego aéreo? Coloquem mais essa cena no filme. Que o governo cortou investimentos de segurança aérea, colocando em risco a vida dos passageiros; que, por sinal, já estão pagando o pato com a própria vida! Aí sim, o roteiro ficará completo e impecavelmente realista! CORRA EMBRATUR!

    By Anonymous Fábio L., at 8:29 PM  

Postar um comentário

<< Home