movimento ordem vigília contra corrupcao

sábado, julho 15, 2006

A GESTAPO TERCEIRIZADA


Alfredo Sáenz, S. J., em “La estrategia ateísta de Antonio Gramsci” (Córdoba, 1988), observava que a via gramsciana para o socialismo, evitando a prática leninista de liquidar fisicamente os inimigos, dava preferência - embora não exclusiva - ao assassinato moral.

Isso refletia a nova estrutura do Partido revolucionário, que de elite golpista armada ia se transmutando numa rede difusa e onipresente, sem rosto nem limites, imperando invisivelmente sobre a psicologia das massas e moldando até a mente dos seus adversários.

Estes ficariam assim tão isolados, tão desarmados ideologicamente, que mal conseguiriam se defender sem acusar-se no mesmo ato, por falta de linguagem própria. Os poucos que se salvassem do naufrágio mental seriam neutralizados por meio do boicote profissional e do massacre difamatório - instrumentos manejados, é claro, de maneira impessoal e camuflada.

Os líderes do Partido, bem como o próprio governo esquerdista, não se exporiam na primeira linha de ataque: ficariam escondidos por trás da multidão de jovens militantes anônimos, para dar a impressão de que a vítima não tombara sob os golpes de uma corrente partidária e sim da opinião pública, do progresso ouda natureza das coisas. A idéia era usar a própria sociedade civil, em vez do Estado, como instrumento de repressão.

A perseguição policial sem polícia, a Gestapo terceirizada, já está funcionando com pleno sucesso no Brasil. Os adversários mais sonsos - a maioria - já não ousam criticar o governo senão em nome de pretextos esquerdistas que os arrastam com ele na mesma condenação; a minoria intelectualmente ativa está acossada pela perda de emprego, pelas agressões psicológicas, pelas ameaças veladas ou explícitas, pelo assédio judiciário, pela difamação incessante e cruel.

O jornalista Reinaldo Azevedo perdeu o emprego porque os anunciantes tinham medo de aparecer nas páginas de Primeira Leitura. Depois a casa de sua mãe foi invadida e depredada.
O âncora Boris Casoy foi demitido da TV Record pela força discreta das pressões políticas.
O cronista Diogo Mainardi geme esmagado sob toneladas de processos pelo crime de denunciar a corrupção federal.
O Padre Luiz Carlos Lodi da Cruz, acossado por ONGs internacionais, foi condenado por um grotesco tribunal de Brasília a pagar multa por chamar uma abortista de abortista.

O escritor Júlio Severo sofre toda sorte de humilhações judiciais e administrativas por ter escrito um livro contra a ideologia homossexual e querer educar seu filho na religião cristã.
O professor Francisço Pessanha Neves, do Colégio de Aplicação da UFRJ, foi surrado por seus alunos por insistir em lhes ensinar filosofia grega em vez de marxismo.
Quanto a mim, todo mundo sabe: os insultos escatológicos e ameaças de morte já viraram rotinas banais, a intromissão difamatória na privacidade da minha família tornou-se direito consuetudinário, exercido por batalhões de imbecis juvenis instigados por professores que não ousariam me confrontar num debate.
E tanto se empenharam na minha destruição que acabaram se traindo, publicando com sinistro humorismo goebbelsiano uma caricatura na qual apareço crucificado - uma eloqüente declaração de intenções, só frustradas in extremis pela minha oportuna saída do país.
O que Gramsci não explicou é que tipo de sociedade poderia nascer de uma geração em que os jovens se imaginam heróis da liberdade quando se juntam em bandos de centenas, de milhares, para servir de polícia política e desgraçar a existência de uns poucos inimigos isolados e sem recursos. É uma sociedade de vigaristas covardes e psicóticos. É o Brasil de hoje.
Mas nada disso é exclusividade nacional. O oposicionista venezuelano Alek Boyd, editor do site www.vcrisis.com, auto-exilado na Inglaterra, sem dinheiro para pagar um advogado, sofre bombardeio difamatório do lobby chavista apadrinhado pelo próprio prefeito de Londres. Por toda parte, o combate brutalmente desigual é a arma predileta dos apóstolos da igualdade. Por Olavo de Carvalho

Comentário:


Pior do que Lulla, e seu (des) governo do lamaçal da corrupção, é ver frouxidão do povo, da imprensa, dos políticos, enfim, dos outros Poderes que formam a República dos “Idiotas e Covardes”. O ex-pobre, sem vergonha e ordinário, faz o que bem entende e ninguém dá um basta nisto, colocar a casa em ordem e um ponto final. Um país que não teve a competência de manter suas Forças Armadas não é um país, é uma coisa qualquer. Por Gaúcho/Gabriela (Movimento da Ordem e Vigília Contra a Corrupção)



4 Comments:

  • Cada um de nós temos um pouco de culpa...e digo aos paulistas, vocês estão comendo a massa que vocês amassaram, fermentaram, assaram e fizeram inicialmente os paulistas comerem, em seguida venderam esse produto "Lulla Corrupto/Terrorista" com defeito incorrigível para todo Brasil ou seja, vocês criaram o maior bandido e corrupto da história brasileira, o sr. Luiz Inácio Lula da Silva. Toda essa bandidagem em São Paulo não é comandada pelo Marcola, o Marcola é um simples gerente do Chefão e Cangaceiro Lula e seus associados (Vidigal, Jobim, J. Dirceu e T. Bastos), esses atentados, o de Brasilia, os do Rio de Janeiro, os de vários outros Estados e os de São Paulo, estão se alastrando Brasil à dentro justamente porque o lula há muito tempo tem o conhecimento que não ganhará a eleição deste ano 2006, mesmo tendo comprado/manipulado os resultados das pesquisas eleitorais. Sugiro que, quem criou essa aberração, procure corrigir urgentemente porque o nosso país está prestes à ser destruido literalmente ou seja, será transformado em uma Cuba e peço-lhes que se retratem com todo o povo brasileiro, porque nós não merecemos viver com a nossa moral, honra, dignidade, respeito, educação, saúde, segurança - sendo destruidos em nome de uma gangue/bando/quadrilha.

    * Observem que a cada resultado de pesquisas que mostram o Alckmin subindo, O chefão lula aciona um ataque a São Paulo e em seguida se oferecer para ajudar, como se fosse um "salvador", essa insistência não é nada mais nada menos que fazer propaganda com o sangue de vocês, pobres ignorantes. ", ora, ora, a vossa ignorância não percebe essa ação terrorista do comandante LULLA.

    Só porque sou Brasileiro,
    Prof. Carlos Pinheiro.

    By Anonymous Anônimo, at 11:05 PM  

  • Não votar no Lula, agora é uma questão de sobrevivência.

    O plano gramscista é habilidoso em promover a lavagem cerebral coletiva. A técnica usada é a desinformação, a mentira sem fronteiras, para desmoralizar as instituições democráticas, pessoas, visando abrir as portas para o regime comunista.

    Infelizmente, nós já estamos nas mãos desses arautos do atraso, da miséria e do terrorismo. Já estão tentando destruir nossa sociedade, desde nosso íntimo num lento e mortal ataque a todas as formas de nossa resistência e defesa.

    Vamos implorar de Deus não o que merecemos, mas o que necessitamos: a sua misericórdia.

    Que o nosso povo consiga reagir em tempo, e que demonstre seu ato mais heróico e patriótico de todos os tempos: DIZER "NÃO" AO LULLA! Pelo nosso bem. Pelo bem dos nossos filhos, principalmente.

    By Anonymous Otacílio Daher, at 4:41 PM  

  • Estamos sim..vendo a derrocada e a desmoralização das nossas instituições, para a entrada do terrorismo comunista. Este "maldito"não vencerá nunca!! Está "coisa" ainda sonha com comunismo. Ideologia dos crápulas da humanidade, coisa, antiga e tenebrosa. Lula, você fede Naftalina, Ranço puro. Queremos um cheiro atual. Banho de Loja Brasil!!

    By Anonymous Gabriela, at 6:20 PM  

  • Satanismo e comunismo comungam com a mesma idéia, pois ambos rejeitam os valores morais da civilização ocidental. A palavra de ordem, de Lênin é conhecida: "quanto pior, melhor". Uma confissão descarada de satanismo.
    O comunismo-satânico foi a maior desgraça que jamais atingiu a humanidade, embora, para enganar os trouxas, só fala em "paz", "justiça social" e outras mentiras.

    Seus heróis são os maiores e mais cruéis assassinos da história: Lênin, Stálin, Mao Tsé-tung, Guevara, Fidel Castro.

    Nosso país, está sob o triste domínio deste adorador de Satan, que ardilosamente está subvertendo a ordem de valores e desencadeando a maior ondas de crimes que já se viu. O sinal vermelho está aceso: é urgente explodir este covil, com todos os seus representantes peçonhentos, lá dentro. Cadê as Forças Armadas?

    By Anonymous GAUCHO, at 9:46 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home