movimento ordem vigília contra corrupcao

sábado, outubro 27, 2007

TROPA DE RENAN USA VÍDEO CONTRA JEFFERSON PERES

RENAN É UMA FOSSA NEGRA SEM-FUNDO


O jogo sujo que permeia o julgamento de Renan Calheiros atingiu o seu ápice na semana que passou. Relator do processo mais espinhoso contra o presidente licenciado do Senado, Jefferson Peres (PDT-AM) é vítima de uma sórdida tentativa de constrangimento.

Deve-se ao repórter Otavio Cabral, de Veja (só assinantes) a descoberta de que milicianos de Renan fizeram chegar aos senadores um dossiê com ataques acerbos à idoneidade de Peres, visto como espécie de reserva moral do Senado. Desde que foi sitiado por um cipoal de suspeição, Renan vem insinuando, reservadamente, que dispõe de munição contra os seus algozes. Em várias oportunidades, referiu-se a Jefferson Peres como “flor do lodo”. O vídeo é a materialização do veneno que Renan vinha destilando entre quatro paredes.

Chegou aos gabinetes do Senado pelo Correio, num envelope pardo. Dentro, havia um DVD. Tem cinco minutos de duração. Insinua que Jefferson Peres teria tomado parte de uma fraude financeira contra uma siderúrgica, na década de 70. Uma acusação que vinha sendo espalhada pelos corredores do Senado desde que o senador amazonense começou a defender o afastamento de Renan da cadeira de presidente da Casa.

Atribui-se a Egberto Batista a responsabilidade pelo vídeo, produzido em 2004. Egberto é irmão do ex-senador Gilberto Miranda, que esteve em Brasília, em setembro, para fazer corpo-a-corpo a favor de Renan no processo em que era acusado de servir-se de verbas da Mendes Júnior para pagar a pensão da filha que tivera com a ex-amante Mônica Veloso.

Jefferson Peres diz ter sido investigado no caso mencionado no vídeo apenas porque era, na ocasião, um dos diretores da empresa que transacionou com a siderúrgica. Não foi nem mesmo indiciado no processo judicial aberto para apurar o episódio. Em meio ao pântano em que se transformou o Senado, o relator tratou de tomar as suas precauções.

Requisitou certidões negativas à Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e à direção do Senado. Da Agência Brasileira de Inteligência, recebeu um ofício atestando que não há nos arquivos do órgão vestígios de apuração que possa tisnar-lhe a idoneidade moral. Do Senado, recebeu documento informando que jamais pediu passagens aéreas para terceiros e que não emprega parentes em seu gabinete.

De resto, Jefferson Peres apressou-se em avisar: "Essas baixarias não vão mudar uma linha do meu relatório. Não tenho nada para esconder e, por isso, ninguém vai conseguir me constranger." Coube ao senador relatar o caso em que Renan é acusado de comprar, com verbas de má origem e valendo-se de laranjas, duas emissoras de rádio e um jornal em Alagoas. Dos cinco processos ainda pendentes de julgamento é o que reúne mais elementos para encalacrar Renan. Daí o desespero. Blog do Josias

CONVERSA DE BÊBADO!
LULA DIZ QUE ETANOL PODE REDUZIR CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS
Em visita ao Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras, no Rio de Janeiro, o Lula da Silva fez um comentário confuso para os cinegrafistas que o acompanhavam. Segundo ele, o uso de biocombustíveis feitos a partir de cana-de-açúcar, como o etanol, pode reduzir o consumo de bebidas alcoólicas.

"O que vocês estão vendo é álcool. Agora, isso aqui foi feito de bagaço de cana, que normalmente é jogado fora, queimado, ou qualquer coisa para as caldeiras das
empresas. Mas vocês imaginem que logo logo vocês vão estar, todo mundo, utilizando carro que não precisa mais beber nada, porque vocês vão estar com álcool, sabe, tocando o motor de vocês. Aí então vai diminuir a bebida pelo uso de álcool no motor do carro".

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não esclareceu o sentido do que disse o presidente, mas informou que ele fez o comentário em tom de brincadeira. O Dia Online

GOVERNO E TRÁFICO UMA COISA SÓ
TRAFICANTE USOU A FUNASA
Escuta telefônica da Polícia Federal revelou que o narcotraficante Hassan Hussein usava uma empresa de fachada do Paraná para lavar dinheiro do tráfico de drogas, alugando dois helicópteros à Funasa (Fundação Nacional de Saúde). A PF descobriu isso nas investigações da Operação Metástase, que identificou fraudes em licitações da Funasa em Roraima, e prendeu Hassan Hussein, além dos demais acusados de integrar a quadrilha. Por Cláudio Humberto

PROTETOR
O chefão da Funasa em Roraima, Romero Teixeira, preso pela PF, foi indicado ao cargo pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB).

PREJUÍZO

O prejuízo gerado pelas fraudes nas licitações de transporte, obras e medicamentos na Funasa é avaliado em cerca de R$ 34 milhões.

PÃO E CIRCO PARA UM PAÍS DOENTE
O VALOR DE UMA COPA NO BRASIL
O país vai gastar 5 bilhões de dólares na preparação do Mundial de 2014, mas as recompensas irão além da festa nos gramados. Matéria para assinantes da Veja.

A CARAVANA BRASILEIRA EM ZURIQUE
O Lula estará em Zurique, na Suíça, na próxima terça-feira, para participar da apresentação da candidatura brasileira e da cerimônia oficial do país escolhido como sede da Copa do Mundo 2014. Também confirmaram presença no evento três ministros e oito governadores convidados pela CBF. Informação do Blog do Moreno

BOTAMOS O IRAQUE NO CHINELO
“No ano passado, o Brasil teve 44 663 assassinatos. O dado acaba de ser publicado pelo governo federal. No mesmo período, de acordo com o site do Iraq Coalition Casualty Count, a guerra no Iraque produziu 18 655 mortes. Informação extraída do texto do Mainardi

O DIVINO DO PÓ VERDE
O suspeito de enviar pó para embaixadas passará por exames psiquiátricos
Em entrevistas, ele diz ser “a maior autoridade do país e o Deus da proteção”. Nas cartas, além de ameaças, ele fez referências a “Chyren, o medo”. Nas cartas, havia referências a “Chyren, o medo” e ameaças de envio de vírus e bombas. Durante entrevista concedida após ser detido, o homem declarou ser “a maior autoridade do país e o Deus da proteção” e fez referências a “ogivas nucleares prestes a explodir nos EUA e na Rússia”. Portal G1

A SOCIEDADE ORGANIZADA É A LUZ NO FIM DO TÚNEL
A VENEZUELA COMEÇA A REAGIR
O Chávez dispõe de folgada maioria na Assembléia Nacional para aprovar a constituição de seus sonhos. Pode-se dar como certo que, dentro de uns poucos dias, estará sacramentada a reforma que implantará na Venezuela um regime que submeterá toda atividade política, econômica, social e cultural à vontade de um único homem. E, de fato, é esta a única finalidade da reforma feita sob medida por e para Hugo Chávez: dar tintas de legitimidade constitucional a uma ditadura.

Mas também se pode dar como certo que Hugo Chávez já não conta com todo o apoio da sociedade venezuelana com que passou a contar desde a tentativa de golpe que o afastou do poder por 48 horas há quatro anos.

O silêncio cívico que se seguiu às greves gerais e às gigantescas e quase diárias manifestações de rua que precederam a tentativa de golpe volta a ser rompido. Parcelas ponderáveis da população vão se dando conta de que o chavismo não é apenas mais uma moda populista ou uma alternativa legítima a muitas décadas de revezamento no poder de dois partidos que se haviam corrompido, mas, sim, é uma ameaça real e imediata às liberdades individuais e políticas. E não se deve estranhar essa percepção tardia.

Suas intermináveis arengas radiofônicas e sua eficiente máquina de relações públicas ajudaram a anestesiar o senso crítico de boa parte da população. Com igual eficiência, ele estruturou o “bolivarianismo” de forma a, simultaneamente, angariar apoios e a reprimir dissidências. O resultado é que cerca de 70% dos venezuelanos ou não sabem o que está sendo discutido na Assembléia ou não fazem idéia de quais serão as verdadeiras conseqüências da implantação do “socialismo do século 21”.

Essa ignorância começa a diminuir, mas não por obra dos partidos de oposição ou do que restou dos carcomidos partidos tradicionais. A reação está vindo da sociedade organizada. O Estado de São Paulo – Leia mais
aqui

Por Gaúcho/Gabriela (MOVCC)

2 Comments:

  • Nossa esse Renan tem que esta preso em regime RDD. Esse é o petismo! Sempre os outros são desonestos e eles as vítimas. E olha que o Senador Jefferson Peres, tem ajudado o governo, hein?

    By Anonymous Anônimo, at 6:01 PM  

  • Se o senador Jefferson andava em dúvida sobre pedir a condenação ou absolvição de RENAN CACHORREIRO, quem sabe agora ele se defina de vez. O senador ainda aceitou ouvir quatro testemunhas de defesa de Renan, no conselho, na quarta-feira.

    By Anonymous LU, at 1:42 AM  

Postar um comentário

<< Home