movimento ordem vigília contra corrupcao

sábado, agosto 19, 2006

A MAIORIA SILENCIADA


O historiador americano Thomas Skidmore, na Folha do dia 14, diz que só depois da chegada de Lula ao poder “surgiram os oportunistas, os responsáveis por desmoralizar o PT”. Esse sujeito não sabe ou finge que não sabe nada do que se passou no Brasil nos últimos quinze anos. Ele só é ouvido com reverência porque empresta o aval da sua reputação às mentiras convencionais da propaganda esquerdista.

Como é possível que um partido que se associou a organizações criminosas desde pelo menos 1990 tenha se conservado limpo e santo durante todo esse tempo, para só se corromper depois de 2002? E de que oportunistas recém-chegados está falando Skidmore, se os astros maiores do espetáculo delinqüencial – os Paloccis, os Dirceu, os Valdomiros – já brilhavam no elenco uma década e meia antes?

A suprema vergonha, a baixeza imensurável da sociedade brasileira não está nos crimes do PT: está nos prodígios de desconversa com que aqueles mesmos que os reconhecem se apressam a limpar a folha corrida do culpado, fazendo dele a vítima inocente de uma contaminação acidental e tardia. Na verdade, esses crimes vieram de longa data e não nasceram da desonestidade avulsa de infiéis: nasceram de um plano abrangente de conquista do poder total por todos os meios possíveis e imagináveis, legais ou ilegais, decentes ou indecentes.

O Foro de São Paulo é em si uma societas sceleris, constituída para a proteção mútua de partidos oficiais e organizações criminosas. Se alguma dúvida restasse quanto a isso, o próprio sr. Luís Inácio as dissipou ao confessar, entre amigos, que governava o Brasil em parceria secreta com seus companheiros do Foro -- tiranos, narcotraficantes, seqüestradores e terroristas estrangeiros (v. http://www.olavodecarvalho.org/semana/050926dc.htm).



Os planos dessa imensa máfia revolucionária continental jamais teriam prosperado se expostos à atenção pública. Mas mesmo agora, depois da revelação dos delitos petistas, a mídia nacional continua empenhada em ocultar a trama maior que os gerou, em preservar as causas intactas sob as ruínas dos efeitos. Longe de defender o povo contra as ambições dos criminosos, ela está empenhada em proteger os criminosos contra o olhar do povo.

A própria Folha de S. Paulo, numa pesquisa recente, admitiu que 47 por cento dos brasileiros são de direita, só 30 por cento de esquerda; e, dos 23 por cento restantes, nominalmente centristas, a maioria defende posições que estão muito à direita do centro.

Ora, essas posições - contra o aborto, pela redução da menoridade penal, etc. - são precisamente aquelas que o jornalismo chique em geral expele do debate civilizado, colando-lhes os rótulos infamantes de “extremismo de direita” e “fundamentalismo” para criar, invertendo a realidade, uma falsa impressão de ligações terroristas, e legitimar como “normalidade democrática” um estado de apartheid ideológico no qual só a opinião da minoria pode ter canais de expressão partidária, cultural e jornalística. Se a mídia tem a autoridade de marginalizar e criminalizar a maioria, por que não terá também o direito, muito mais modesto, de ludibriá-la? - Por, Olavo de Carvalho – No JB


PT VOLTA A PAUTAR A MÍDIA COMO ANTES


Continua impressionante a capacidade do PT de pautar a mídia, em especial o jornalismo impresso. A cobertura das ações de Lula consegue ser um pouco mais crítica porque sua vantagem é muito grande. E ninguém se sente tentado a fazer justiça com o próprio teclado. Mas já se nota um tom meio jocoso quando o assunto é Geraldo Alckmin. Na disputa em São Paulo, a coisa chega a ser dramática. Vejam o falso caso dos migrantes.
Os jornalistas que cobrem a campanha, em parceria com Aloizio Mercadante, decidiram que Serra culpou os migrantes pelos problemas no ensino. Trata-se de uma mentira. Mas não é uma mentira porque eu quero que seja mentira. É mentira porque há a transcrição do SPTV, e fica claro que ele não disse o que lhe atribuem. Mas os jornais foram unânimes. A campanha eleitoral do petista evidenciou de forma vexaminosa: parece que os títulos da mídia impressa foram combinados num gigantesco pool. De certo modo, foram mesmo. É o pool ideológico.
É um dos casos mais escancarados de que tenho memória porque a entrevista está disponível a quantos queiram ler. E não adianta nada. O jornalismo foi tão bem nessa que serviu para endossar a edição criminosa que o programa de Mercadante fez da entrevista — o que, de resto, transgride o acordado com a emissora. Por Reinaldo Azevedo.
COMENTÁRIO:

Nenhum presidente conseguiu garantir sua permanência na República, por muito menos. Uma "Elba" derrubou Collor. Como seria possível entender este "Zé Mané" garantir seu prestígio na tão elitizada "GLOBO”? Sabemos que todos os presidentes, que já passaram, tiveram o apoio incondicional desta emissora oportunista e alienante. Só que o Collor, foi execrado, linchado por muito menos, pela tão ética e moral GLOBO.

A mídia em geral e, principalmente, a impressa, se transformou numa massa amorfa, hipnotizada e determinada a prestar o grande desserviço à sociedade. A paixão política e ideológica da imprensa brasileira pelo PT mostra-se muito mais forte que a verdade dos fatos. A adesão dos jornalistas na criação inescrupulosa de artificialismos, tem se mostrado tão IMUNDA quanto o próprio desgoverno Lulla/PT. Por Gabriela/Gaúcho (Movimento da Ordem e Vigília Contra a Corrupção)

3 Comments:

  • A imprensa, segundo leio por aí, é inteiramente petista. A Globo sempre fica ao lado de qualquer governo (?) seja ele corrupto ou não. Então, dessa toca só sai coelho vampiro, disposto a sugar o sangue dos partidos de oposiçõs, todos bonzinhos, subservientes e covardes.

    beijos

    By Anonymous Saramar, at 9:18 AM  

  • LEIAM!
    Interessante:
    O colapso da ética no jornalismo

    http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=23929

    By Anonymous GAUCHO, at 3:13 PM  

  • Informamos que este BlogStars estará concorrendo ao selo dourado do dia 21/Agosto/2006 à 27/Agosto/2006 - Confira no site blogstars.com.br !

    Observação : O BlogStars que ficar na segunda colocação no final da votação da semana voltará a concorrer durante a próxima semana - valido apenas para 2 (duas) semanas seguidas.

    By Anonymous blogstars.com.br, at 6:38 PM  

Postar um comentário

<< Home