movimento ordem vigília contra corrupcao

terça-feira, outubro 09, 2007

PARENTE É SERPENTE!

FAMÍLIA DE CHE DESMORALIZA A ESSÊNCIA DO SOCIALISMO

As três obesas da foto são respectivamente a mulher e as duas filhas de Che Guevara, durante a cerimônia dos 40 anos da morte do terrorista, em Santa Clara, Havana, onde se encontra seus restos mortais.

Segundo a Aleida (a de vermelho à direita, cuja papada quase toca o peito), as mudanças políticas que estão ocorrendo na América Latina transformaram em realidade os sonhos revolucionários de Che, referindo-se aos avanços dos movimentos dos governos populistas de esquerda na América Latina. Quais os avanços tia Che?

Acontece que as três estão denegrindo com o marxismo. É uma vergonha ver tanta banha sobrando. Será que elas não sabem que obesidade é coisa do "capitalismo"? Socialistas não podem sofrer pressão para consumir coisas da moda, muito menos, comer merda disfarçada de hambúrguer até explodir.

Somente os capitalistas podem comer por pressão, por tensão, por gula, por luxúria, enfim, por força do "sistema". A Obesidade é coisa nossa, é defeito exclusivo da fartura capitalista!

Estas senhoras têm obrigação de abdicar imediatamente do consumo, das delícias da mesa farta, de boicotar a produção, de levar as multinacionais a falência, em respeito à memória do defunto! Falem com Fidel e internem-se na Ilha. Traidoras da causa!

QUE DECEPÇÃO!
O CAÇULINHA DE CHE E SEU TRIBUTO AO PAPAI
Vestido em uma camiseta e jeans azuis, Ernesto, o filho mais novo de Che Guevara, passou diante do túmulo do papai, no memorial da cidade de Santa Clara,
montado numa Harley-Davidson, em uma singular homenagem que ele e seus 37 colegas motociclistas cubanos prestaram ao ícone do anticapitalismo aos 40 anos de sua morte. Ernesto guardou um minuto de silêncio à saída do monumento, para depois prestar um ensurdecedor tributo: acelerou à toda velocidade sua moto vinho modelo 45, de 1937, quebrando a solenidade do lugar. "Estou aqui como um 'harlista' a mais", declarou à AFP.

Que aparente contradição que nada! O Ernestinho sabe o que é bom! Afinal, a Harley-Davidson é reconhecida em todo um mundo como um símbolo Americano de qualidade. Esta moto também é lenda, objeto de desejo, um símbolo de status.

Afinal, o vovô do Ernestinho - pai de Che – Ernesto Guevara Lynch era bisneto de um dos homens mais ricos da América do Sul, cujos antepassados entroncavam com a nobreza espanhola e irlandesa. E a vovó - mãe de Che - Cecilia de la Serna, era uma argentina também com antepassados provenientes da nobreza espanhola.

INTERESSANTE:
Nos Estados Unidos, quando colocaram a imagem do Che em um estojo para CDs, no ano passado, críticos que o vêem como assassino e símbolo do totalitarismo pressionaram o grupo de varejo a remover o item de sua lista de produtos. "O que teremos a seguir? Mochilas Hitler? Louça Pol Pot?, questionou em editorial o Investor's Business Daily, classificando o uso da imagem de Guevara como um exemplo de "elegância tirânica". Por Gaúcho/Gabriela (MOVCC)

OFENSA À DIGNIDADE NACIONAL
EVO TAMBÉM VIVE INSULTANDO AS FORÇAS ARMADAS DE SEU PAÍS
Para
assinantes da FSP –
A cerimônia pelo aniversário de morte do Che, contou com a presença do boliviano, Evo Morales - que afirmou ser "guevarista". A presença de Morales no evento provocou polêmica entre os militares bolivianos, que em alguns quartéis prestaram homenagem aos soldados mortos na luta contra a guerrilha.

O general Wilfredo Vargas, chefe das Forças Armadas, disse ao jornal "La Razón" que os militares "respeitam" a participação de Morales nas homenagens, mas têm outra forma de pensar. "Achamos que é obrigação das Forças Armadas enfrentar qualquer grupo insurgente no país". Segundo ele, a principal homenagem às dezenas de soldados que caíram na luta contra Che foi realizada no quartel da divisão militar de Camiri, povoado no sudeste boliviano, para onde foram enviados de La Paz 360 soldados para lutar contra os guerrilheiros. A imprensa boliviana divulgou queixas de generais e outros oficiais da reserva, que classificaram as celebrações na Bolívia como "ofensa à dignidade nacional" e insulto às Forças Armadas.

2 Comments:

  • Quais os avanços tia Che?

    Elementar meu caro "Watson"! Ela se refere ao avanço da própria panturra, característica proeminente dos ruminantes bons de boca.

    By Anonymous Anônimo, at 3:19 PM  

  • ESSE PARENTE NÃO É SERPENTE.

    ATÉ TU, CANEK, MEU NETO?

    O cubano Canek Sanches, nascido em 1974, desenhista e compositor, que nada mais é do que o neto de Che Guevara, vive na Europa desde que seus pais para aqui vieram quando ele tinha dois anos.

    PRIVILÉGIO
    Na adolescência, Canek retornou a Cuba para sentir o que representava ser neto de Che Guevara. Aliás, só pelo forte parentesco com Che é que ganhou o raro direito (privilégio) de entrar e sair da Ilha quando quisesse.

    OUTROS OLHOS
    Chegando à Ilha os professores lhe perguntaram várias vezes: - Crês que se teu avô, um herói, te visse, ficaria orgulhoso de ti? Após alguns dias observando o que acontecia em Cuba, Canek respondeu: não creio. E emendou: - Não posso viver sob um governo que te diz o que tens que fazer, o que tens que comer, o que tens que pensar. O fato de viver na Europa me fez ver o regime com outros olhos, completou Canek, o neto de Che Guevara.

    LIVRO
    Agora vejam esta: Canek, junto com o repórter e ex-guerrilheiro do Exército Revolucionário do Povo de Cuba, Jorge Masetti, estão preparando um livro sobre o uso e abuso do guevarismo. Enquanto isto faz palestras na Europa com o seguinte tema: Cuba, da Revolução ao Totalitarismo. Acreditem. É a pura verdade


    www.ternuma.com.br

    By Anonymous José Maria, at 6:01 PM  

Postar um comentário

<< Home