movimento ordem vigília contra corrupcao

terça-feira, outubro 09, 2007

O BANCO SUL DO CHÁVEZ JÁ É REALIDADE

Matéria na FSP para assinantes

Comentário
A idéia foi do Hugo Chávez. O Banco Sul reunirá 7 países e seu capital inicial deverá ficar em torno de US$ 7 bilhões, onde o Brasil deverá entrar com o maior aporte. O objetivo do Banco será financiar projetos na região, e começará as operações em 2008. Tudo indica que sua sede ficará na capital venezuelana, com duas subsedes: uma na Argentina e outra na Bolívia.

O Chávez quer usar este banco para socorrer países como Cuba e Nicarágua. Já o ministro Mantega afirma, que o banco não poderá emprestar recursos para outros países, porém, poderá emprestar para empresas da região. Ora! Alguém duvida que, através de empréstimos tomados por empresas, os recursos do Banco Sul não cheguem até Fidel? Foi só um jeito do ministro não assumir publicamente a que se destina o Banco do Chávez. Tanto é que ministro já afirmou que: “num primeiro momento”, o banco não terá empréstimos a fundo perdidos para programas sociais. Disse também que o Brasil não será um dos que contribuirão com um volume menor de recursos.

Como não bastasse o Lula meter a mão no nosso bolso escandalosamente, usando a desculpa esfarrapada, de que isto reduz a desigualdade no país, agora seremos obrigados a financiar, “oficialmente”, as “assimetrias” de países socialistas fracassados, parasitas que dependem de sugar o capital alheio. Que fique claro, o povo cubano vive na merda, e continuará nela, independente do quanto tirem de nós. Por Gaúcho/Gabriela (MOVCC)

CONSTITUINTE E REELEIÇÃO
Convocar uma Assembléia Constituinte Exclusiva para fazer a reforma política é a atual obsessão do PT. Causa espécie que os dirigentes petistas acreditem que a população se mobilizará pela convocação da Assembléia Constituinte (que virá no rescaldo da malograda campanha pela reestatização da CVRD) ou que um milhão e pouco de assinaturas terão o mágico poder de dobrar as resistências dos parlamentares. É mais provável que partido desfralde essa bandeira por razões eleitorais.

Outra hipótese, quiçá mais realista, é a de que a luta por uma Assembléia Constituinte visa preparar terreno para que o presidente Lula possa se candidatar em 2010. O fim da reeleição para cargos executivos, pregado pela agenda de reforma do PT, é o caminho mais viável para viabilizar o terceiro mandato. O argumento é que o fim da reeleição zera o jogo político e faculta ao presidente Lula entrar na disputa sob nova regra eleitoral. Não obstante os reiterados desmentidos do próprio presidente, não são poucos os que desconfiam de que ele trama para ficar mais quatro anos no poder. Leia matéria completa no Jornal do Commércio
aqui

PLEBISCITO SOBRE A VALE
FICA LONGE DA META DE VOTOS
Os movimentos sociais conseguiram 3,7 milhões de votos no plebiscito sobre a estatização da mineradora Vale do Rio Doce, a menor marca já alcançada em uma consulta deste tipo. Ao todo, 94,5% dos votantes foram favoráveis a que o Estado retome o controle da empresa. A meta era obter de 7 a 10 milhões de votos. Os organizadores atribuíram o resultado à dificuldade de se explicar a importância do tema. O plebiscito sobre a dívida externa mobilizou 6 milhões de pessoas em 2000. A votação sobre a entrada do Brasil na Alca (Área de Livre Comércio das Américas) atingiu 10 milhões em 2002. FSP

REAÇÃO AO CANGAÇO NO SENADO
A tal ponto chegaram os abusos do presidente do Senado, Renan Calheiros, que está em vias de se consolidar na Casa, ecoando na Câmara dos Deputados, uma frente suprapartidária contra os movimentos da escória de que o político alagoano se utiliza para se servir desbragadamente do poder. Nos últimos dias, a justaposição de uma “canalhice”, na expressão do senador acreano Geraldo Mesquita, do mesmo PMDB de Calheiros, com uma “sem-vergonhice sem limites”, nas palavras do seu colega goiano Demóstenes Torres, do DEM, deve desencadear, a partir de hoje, ações efetivas de repúdio, compartilhadas por integrantes de siglas habitualmente adversárias, contra a transformação do Senado em “chiqueiro”, no dizer do democrata - ou, o que talvez seja mais apropriado, numa caatinga onde imperam as leis do cangaço. Matéria do Estado de São Paulo – Leia mais
aqui

1 Comments:

  • Cuba pretende quintuplicar até 2011 a sua produção de álcool com ajuda de investimentos internacionais. O Instituto Cubano da Indústria da Cana de Açúcar (ICIDCA) vai ser o primeiro da fila a estender o pires ao banco sul. Infelizmente os brasileiros vão acabar ajudando economicamente o maior terrorista das Américas para que seu maldito regime tenha uma sobrevida, graças ao Lula.

    By Anonymous Mário, at 6:46 PM  

Postar um comentário

<< Home