movimento ordem vigília contra corrupcao

quarta-feira, setembro 26, 2007

BOMBA NA CASERNA. O CALDO ESTÁ ENTORNANDO

ARAGUAIA: CORONEL DIZ QUE NÃO DEPÕE

Decisão judicial de investigar paradeiro de guerrilheiros desaparecidos desencadeia crise entre o governo e militares

Uma decisão judicial que mandou investigar o paradeiro dos guerrilheiros desaparecidos no Araguaia desencadeou uma crise entre o governo e a área militar. "Se baterem na minha porta com um martelo passo fogo, respondo à bala", reage o coronel Lício ribeiro Maciel. - “Pode escrever: não vou colaborar com esses caras, não.”Comigo não tem conversa. Não falo com comuna - disse, ao criticar as autoridades que cuidam dos desaparecidos.

Lício cita o atual ministro dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, entre os que estariam mais interessadas nas indenizações do Ministério da Justiça do que em encontrar ossadas. O coronel disse que errou ao ter prendido o deputado José Genoino (PT-SP), razão pela qual ganhou notoriedade à época. Na guerrilha, o ex-presidente do PT era conhecido como Geraldo. - Eu deveria tê-lo matado - lamentou, depois de garantir que se não tivesse sido obrigado a deixar a região gravemente ferido, teria pego todos os outros guerrilheiros.
JBOnline

QUEM É O CORONEL
Era major-adjunto do Centro de Informações do Exército, quando atuou na linha de frente do combate à guerrilha do Araguaia. Depois de 30 anos de silêncio, ele decidiu contar sua história no livro O Coronel Rompe o Silêncio, um relato impressionante, dramático e revelador. Planejada e organizada pelo PC do B, a guerrilha do Araguaia resistiu de 1972 a 1975, desafiando o Exército, numa tática que pretendia, a partir da criação de "comitês populares" no interior do país, formar um amplo movimento camponês.

“OLHE NOS MEUS OLHOS, GENOINO”
Um depoimento impressionante do coronel foi dado no Congresso, ano retrasado, quando a imprensa se limitou a criticar o tipo curioso, deputado Jair Bolsonaro, que o levou a uma sessão da câmara dos deputados. A imprensa se restringiu a falar que homenageavam um torturador, sem entrar no mérito do discurso que ele fez, cuja íntegra, arquivada na casa e que conta entre outras a tortura de um jovem local que teve dedos arrancados na frente da família e vizinhos, antes de ser morto a facadas pelos guerrilheiros. Dizia o coronel Lício: olhe nos meus olhos, Genoíno -
aqui – Este material é do Thomaz Magalhães do Trem Azul

O GOVERNO QUER USAR AS FORÇAS ARMADAS
CONTRA OS PRÓPRIOS BRASILEIROS
Tem tido repercussão – embora a mídia não toque no assunto - matéria publicada pelo Movimento de Solidariedade Ibero-Americana (MSIA), em 19 do corrente, sobre preparativos do ministro da Defesa para expulsar brasileiros não-índios da região da Raposa Serra do Sol, em Roraima, situada junto às fronteiras com a Guiana e a Venezuela.

A ação da Polícia Federal seria para este mês, com a participação de 500 agentes federais, prevendo-se resistência armada da população local. Trata-se de operação de natureza militar.

Ora, não pode estar de acordo com tal violência quem quer que respeite seu País, como é o caso do general Maynard Santa Rosa. Ele declarou que o Exército não recomenda a invasão. Foi, por isso, demitido do cargo de secretário de Política, Estratégia e Assuntos Internacionais do Ministério da Defesa. Em 04 de setembro, O Globo publicara declarações do General de que as Forças Armadas resistem em dar apoio à Polícia Federal para a retirada dos brasileiros.

Ademais, por terem também posição desfavorável à intervenção na Raposa do Sol foram substituídos de seus cargos o Diretor-Geral da ABIN e o gerente da ABIN em Roraima. A matéria do MSIA alude à inquietação que se aprofunda nas Forças Armadas brasileiras, sendo iminente grave crise institucional se a presidência da República insistir em atribuir-lhes a desonrosa missão.

Hoje querem envolver as Forças Armadas em ação de guerra contra brasileiros que defendem o direito de ficar nas terras em que vivem e trabalham legalmente há dezenas de anos. É difícil conceber afronta mais grave ao povo brasileiro e deslustre maior para as Forças Armadas. Por Adriano Benayon* – Material do Portal a Verdade Sufocada -
aqui

COMENTÁRIO
NUNCA É TARDE PARA RESPONDER CORONEL!
Embora vossa missão tenha ficado incompleta, por motivos de ferimentos, isto não exime vossos companheiros de campo de batalha, por não terem terminado o que o senhor não pode continuar.

Se a ferro e a fogo tivesse sido levada a importante missão do Exército, à época - de pulverizar com os criminosos guerrilheiros - hoje, nosso país poderia estar contando outra História. No entanto, cá estamos nós entregues ao sadismo desta corja de comunistas que, como fungos agressivos e resistentes ao tempo, sobreviveram, e se tornaram uma doença grave, já em ponto de destruir definitivamente as resistências naturais do nosso organismo. O nosso Brasil está empedrado de línguas comunistas demoníacas. Os intelectuais do PT comunistas com 8 série, consideram o "traficante um comerciante". Se soubessem governar para o bem comum, deixariam de ser perversos, criminosos e ladrões.

Pelo serviço inacabado, hoje estamos sofremos os perigos e o acinte de ver esta laia ter chegado ao Poder, desorganizando a noção de sociedade, emporcalhando as Instituições, destruindo a moral do povo, inoculando sua doutrina porca aos nossos filhos, sugando nosso sangue com canudinho, roubando aos poucos a nossa liberdade.

Responda mesmo Coronel! Ainda que estejamos em desvantagem. O diabo é atrevido, cínico e não tem limites. Certamente que ele vai bater à sua porta para tentar cobrar a fatura, na qual – espertamente o colocou como devedor. Esta fatura todos nós vamos pagar. Aliás, já estamos pagando. Infelizmente! . Por Gaúcho/Gabriela.

4 Comments:

  • FORÇA MILICOS!!! NUNCA É TARDE PRÁ REAGIR!!!!!!!!!!! VAMOS REAGIR!

    By Anonymous TALES, at 2:07 PM  

  • Malditos comunitas, vão acabar com nosso país. Pelo amor de deus, REAJAM!!!

    By Anonymous Mari, at 2:48 PM  

  • O triste é ver o quanto de nós, mesmo entre os indignados contra o governo, ainda persistimos no erro medonho de julgar os militares, segundo a ótica dos vermelhos. A lavagem cerebral foi tão bem feita, que nós pendemos para o lado esquerdo, porque engolimos a falsa história de que os criminosos foram realmente as vítimas.

    By Anonymous hildebrando, at 5:58 PM  

  • Essa quadrilha de mafiosos já passou de todos os limites. O que mais é preciso acontecer para as Forças Armadas AGIREM? Estamos vivendo o CAOS GENERALIZADO. Se tudo isso não é uma afronta ao Estado de Direito, uma AMEAÇA....fico imaginando o que mais precisará acontecer.

    By Anonymous Anônimo, at 6:43 PM  

Postar um comentário

<< Home